Botão Voltar
Lifestyle

Saúde para a natureza! Entenda como o crescimento dos vinhos orgânicos está ajudando a salvar o planeta

5/17/2024

Na pitoresca Hautes-Côtes de Nuits, na Borgonha, França, onde campos verdejantes se estendem até o horizonte e vinhedos pontilham a paisagem, os métodos de produção de vinho estão passando por uma revolução silenciosa, mas poderosa. Embora em grande parte despercebido pelo público consumidor de vinho, o rápido crescimento da produção de vinho orgânico está elevando o paladar dos entusiastas do vinho e ajudando a preservar o delicado equilíbrio ambiental da região.

Isso representa um cenário em que todos saem ganhando, não apenas uma tendência passageira, mas um compromisso duradouro com a saúde do planeta e a alta qualidade do produto final. A transição para métodos orgânicos é uma escolha natural no coração da França, onde o clima e o solo são tão essenciais para a produção de vinhos. Ajudando a liderar essa revolução está a Maison Arnaud Boué, uma empresa do portfólio da 2Future comprometida com a produção de vinhos premium em harmonia com a natureza.

Desde 2019, a Maison Arnaud Boué é certificada como "Agricultura Orgânica" pela Ecocert, uma organização de certificação orgânica com sede na França que opera em mais de 130 países. A certificação garante o uso contínuo de práticas agrícolas sustentáveis que ajudam a reduzir a erosão do solo, evitar a poluição da água e preservar a biodiversidade.

Ao evitar o uso de pesticidas e fertilizantes sintéticos, os produtores de vinho orgânico protegem a saúde dos consumidores e a biodiversidade local. Os vinhedos se tornam ecossistemas vibrantes, onde insetos e microrganismos benéficos se desenvolvem, promovendo um solo vivo e fértil. Essa prática sustentável contribui ainda mais para a resiliência dos vinhedos diante das mudanças climáticas, garantindo colheitas saudáveis ano após ano.

 Além disso, os vinhos orgânicos oferecem uma experiência sensorial única. Livres de produtos químicos sintéticos, eles capturam a essência pura do terroir, refletindo fielmente as características únicas do solo e do clima da região. Cada gole é uma celebração da natureza, um tributo à riqueza e à diversidade da paisagem da Borgonha.

 Oportunidades de investimento 

 À medida que os vinhos orgânicos se tornam símbolos de patrimônio e resiliência econômica, o cenário de investimento em vinhos deve evoluir. A crescente demanda por vinhos orgânicos demonstra um movimento global em direção à sustentabilidade e à demanda social. Como os consumidores estão cada vez mais conscientes de que podem causar um impacto positivo por meio de suas escolhas de compra, eles tendem a buscar com mais frequência produtos que não apenas satisfaçam seus paladares, mas também respeitem o meio ambiente e apoiem práticas agrícolas éticas.

E tanto os vinicultores quanto os investidores estão reconhecendo cada vez mais os benefícios duplos dessa abordagem de sustentabilidade e lucratividade. De acordo com um estudo intitulado "Organic Wine Market Forecast to 2028 - COVID-19 Impact and GlobalAnalysis", espera-se que o mercado cresça e atinja US$ 24.557,14 milhões até 2028.

A conscientização sobre as mudanças climáticas, as políticas governamentais favoráveis e o foco na agricultura sustentável estão entre os principais fatores que impulsionam o mercado de vinhos orgânicos. Isso é ajudado pela crescente demanda por vinho orgânico por uma população cada vez maior com renda disponível que deseja opções de bebidas mais saudáveis.

A União Europeia é o maior produtor de vinho do mundo, com 45% das áreas globais de cultivo de vinho, 64% da produção e 48% do consumo. O vinho é o maior setor agroalimentar da UE em termos de exportações, representando 7,6% do valor agroalimentar exportado.

‍Sustentabilidade

 A agricultura regenerativa geralmente tem como objetivo aumentar o sequestro de carbono do solo, com possíveis benefícios positivos para a saúde humana e do ecossistema, a mitigação das mudanças climáticas e a biodiversidade. Enquanto os pesquisadores continuam a avaliar a eficácia de várias práticas regenerativas para aumentar o sequestro de carbono, essas práticas usadas na produção de vinho parecem especialmente promissoras.

Um estudo recente, "Quantifying soil carbon sequestration from regenerativeagricultural practices in crops and vineyards", foi realizado por meio de uma revisão da literatura. Os cientistas examinaram sete práticas regenerativas - agrossilvicultura, cultivo de cobertura, cultivo de cobertura de leguminosas, integração animal, fertilizante não químico, manejo não químico de pragas e plantio direto - usadas em 345 esforços agrícolas de trabalho. Suas descobertas determinaram que todas as sete práticas aumentaram efetivamente a taxa de sequestro de carbono e identificaram as videiras como uma "cultura particularmente favorável para liderar o caminho da agricultura regenerativa".

Ao escolher um vinho orgânico da Maison Arnaud Boué, você não está apenas fazendo uma escolha consciente para a saúde do planeta, mas também desfrutando de uma bebida excepcional. Cada garrafa é uma pequena contribuição para um mundo mais sustentável, onde o extraordinário sabor do vinho é complementado pela consciência ambiental. Portanto, da próxima vez que levantar a taça para um brinde, faça-o com um vinho orgânico e comemore não apenas o presente, mas também o futuro do nosso planeta. Santéà la nature!

Tópicos relacionados

Logotipo 2Future Holding